terça-feira, 15 de junho de 2010

GANHEI O CONCURSO DO MOTEL!

              Pois é, nada como uma boa história pra gente ganhar.
              O limite de mil palavras do regulamento fez com que alguns detalhes não pudessem ser contados.
              E agora?
              Será que ainda tenho pique para usufruir o prêmio?
              Fiquei encabulada quando me ligaram do jornal.
              Bem, se quiserem conferir, aqui vai o endereço.
              E se quiserem comentar, fiquem à vontade!
       


http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/donnadc/19,0,2936801,Conheca-a-vencedora-da-promocao-Fure-a-fila-do-motel-.html

PS.: Podem ler por aqui também:

"SE CONSELHO FOSSE BOM... Ela era uma beldade original e fabricada, daquelas que se cobriam de creme, se enchiam de botox, espremiam-se em espartilhos e experimentavam cada nova fórmula rejuvenescedora. Mesmo bela inconformava-se com a passagem do tempo. Casara duas vezes e nunca tinha ido a um motel. Resolvi ajudar e, diante de seus imensos temores, usei um conselho da minha ginecologista (nos idos tempos) de que jogasse álcool na banheira de hidromassagem e riscasse um fósforo para liquidar com os micro inimigos. Ela seguiu à risca e, depois de poses, desfiles de lingeries e diversas formas de sedução, partiu para a higienização total do recinto. Caos total. A banheira já não era de louça e sim de microfibra e se encolhia e repuxava diante das chamas. Os vitrais (de plástico) do teto começaram a despencar e por pouco não foi preciso acionar o Corpo de Bombeiros. A vergonha e o prejuízo valeram o tal amor eterno que ela tinha arranjado. Melhor assim."

2 comentários:

Fernanda disse...

Parabéns, Maria Luiza!
Eu bem gostava de ler o conto, mas esse link vem de volta para o seu blogue :(

Bjossss

Jeanne disse...

Parabéns, claro que tens pique, aproveita bastante, afinal foi merecido,rsrsrs
O conto ficou ótimo.
Beijos