quinta-feira, 18 de novembro de 2010

À PROCURA DE MIM

            Não, não é crise de personalidade, apenas não tenho tido tempo de me encontrar e isso me faz muita falta.
          Tenho um conto pela metade, parado num ponto crucial e não consigo terminá-lo.
          Terei de reler várias páginas do meu livro para não perder o fio da meada.
          As fotos da Bruna, de joaninha numa festa da escola, estão ainda na máquina e não consigo baixá-las.
          Preciso ligar para alguns amigos sobre assuntos importantes.
         Minha mãe ainda não soube detalhes da minha famigerada viagem, por falta de tempo para sentar com ela e conversar.
         Estou sempre me superando. Voltei dirigindo, coisa que não aprecio nas Brs da vida.
         Em compensação, tirei nota alta no check-up físico que acabei de fazer. Pelo menos o corpo anda bem, ainda que acima do peso.
         Já a cabeça...

Um comentário:

Jeanne disse...

tem que ter talento para ser boa vida, não é para qualquer um,rsrs
a gente tem que matar um leão por dia, como dizia uma amiga minha...
Mas acho que vale a pena, pior é sobrar tempo.
Beijos