quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O QUE É PIOR?

           Meu avô já dizia que sinceridade demais é falta de educação.
         E  falsidade demais? Não será ruim também?
         Minha trajetória pelo mundo vive me ensinando coisas, inclusive a domar minha impulsividade, a contar até dez, a mastigar coisas, a esperar a vez, enfim, um controle difícil que nem sempre consigo manter.
         Conheço pessoas que dizem tudo o que pensam "na lata" e depois sofrem com isso, cheias de remorsos e/ou arrependimentos. Outras nunca se arrependem e só lamentam aquilo que não chegaram a dizer.
        Conheço outras pessoas que nunca dizem o que pensam, se incomodam pouco, mas ficam mastigando, ruminando suas mágoas e a vontade de ter tido coragem de dar uma reposta ou fazer uma determinada colocação.
       Qual delas é a mais feliz? Não sei.
       Já perdi noites de sono por ter falado demais, exposto demais meu ponto de vista e amargado as consequências, quase sempre desagradáveis.
      Passei outras noites insone indignada por não ter falado o que deveria e que se danassem as consequências.
       O que será melhor?
       O que será menos pior?
       Claro que me refiro a assuntos polêmicos, a problemas delicados, a pessoas próximas de alguma forma, já que os comentários sobre pessoas distantes, ou sobre desconhecidos não costumam nos desgastar.
       Sei que, se todo mundo falasse tudo o que pensa, a vida em sociedade, em comunidade ou até mesmo em família seria inviabilizada.
        Por outro lado,como se pode viver a vida toda só na superfície, nas beiradas, na fachada?
       Ainda não cheguei a uma conclusão.
       Se você quiser dar a sua opinião, talvez me ajude a concluir.
       Vale a pena ser sincero? Ou é melhor ser sempre apenas educado?

PS: Li, amei, copiei e reparto com vocês: "Ninguém é tão feio como na identidade, tão bonito como no Orkut, tão feliz como no Facebook, tão simpático como no Twitter, tão ausente ou ocupado como no MSN e nem tão bom como no Curriculum Vitae!!!"



Um comentário:

Jeanne disse...

Quando vale a pena, isto é, quando eu sei que a pessoa vai ouvir o que tenho a dizer, o que é bem raro, eu falo mesmo, sempre com educação. Mas sabes bem que tem gente que se acha dona da verdade, com estes não vale a pena perder tempo nem energias.
Dá para dormir em paz, eu pelo menos durmo,rsrs
beijos