segunda-feira, 30 de agosto de 2010

PERSONAGENS FEMININAS

             Não sei se por influência de Nelson Rodrigues e dos anos em que me debrucei sobre sua dramaturgia para escrever minhas teses, o fato é que também eu privilegio "a mulher" em meus textos, seja para endeusá-la ou para crucificá-la, o fato é que a considero mais trágica, mais vilã, mais protagonista.
           Meu próximo conto deverá ter um homem no papel principal, até como um desafio pessoal. Quero ver se convenço no discurso masculino. O fato de ter nascido e depois formado uma família predominantemente masculina deverá ajudar, assim espero.
           Tenho postado textos "prontos" por aqui em face de uma falta de tempo e de clima para escrever, correndo o risco de transformar meu blog num twiter desses com milhares de acessos, onde o leitor é informado, inclusive, das atividades digestivas do "escritor".
           Logo trarei coisas novas, porque não vivo sem ler e escrever.
           Enquanto isso, vou montando meu "homem" do próximo conto.
           Aguardem!

Um comentário:

Jeanne disse...

sem querer me comparar _tarefa impossível_ acabei de publicar um conto cujo personagem é um jovem.
tirando fora os erros de português que devem te deixar de cabelos em pé, não vejo muita diferença entre um ou outro sexo, velho ou jovem...
Ah! se quiseres coloco um tradutor no teu blog, é interessante.
e se quiseres também, agora tem os modelos novos que são bem bonitos e simples...
Beijos