quarta-feira, 10 de março de 2010

QUE SUSTO!

              Não sei se devo rir ou chorar, o fato é que acabo de tomar um grande susto!
              Imaginem-se naquelas horas em que estão sozinhos em casa, ultra à vontade, relaxados e sonolentos, equlibrando preguiçosamente o laptop nos joelhos, loucos pra encerrar a sessão e tirar um cochilo. Imaginaram? Pois bem, agora mexam os dedos desordenadamente no teclado em busca de um acento que parece se esconder.
               Tchan,tchan,tchan,tchan... como por um passe de mágica a webcan liga e quem aparece na tela inteira? Quem???
                Você, é claro! Você que nunca havia ligado a geringonça e que ainda nem sabe o que fez para ligá-la. Bem feito! Todo mundo fala pelo MSN com a câmera ligada e você só quer saber de blog, livros, jornais. Bem feito!
                 O pior do susto foi a demora na minha própria identificação. "Aquela" era eu???
                 Como? Não sou tão velha, nem tão gorda assim? Será que minha imagem da juventude congelou na memória? Meus espelhos mentem? Disfarçam melhor? E  que roupa é esta?
                 Eu deveria ter dormido, pelo menos seria apenas um pesadelo.
                 Deve ser mais ou menos o que acontece quando uma pessoa descreve outra, que não se reconhece na descrição.
                 Agora perdi o sono de vez.
                 Se eu mesma ando me assustando comigo, o que dirão os outros?!
                 Cruz credo!

5 comentários:

Jeanne disse...

Já aconteceu comigo, andando na rua, olhei uma vitrine e me assustei com a minha imagem! rsrsrs
acho que é um breve momento em que a gente se vê "de fora", como os outros nos percebem, sem as lentes da benevolência cúmplice do próprio olhar...
Beijos

Anônimo disse...

rsrs muito engraçado mãe!, consegui visualizar a cena...rsrs mas não concordo, ainda és das mais belas da "turma"!
beijão
Cris

Maria Luiza Vargas Ramos disse...

O "anônimo" aí de cima é meu filho do meio.
Claro que elogio de filho não vale, mas que surte um efeito fofinho, amoroso,isso surte.
A solidariedade da Jeanne já é minha conhecida também.
O marido leu, riu e ficou quieto...
Bem, mas o que importa é que vocês tenham lido e se divertido com a situação.
Beijos!

Thiago disse...

Como sempre, inteligente e interessante. Na verdade li primeiro no jornal e vim agradecer e dar os parabéns pelo belo texto. Porém, concordo com o Cristiano, és uma gata!

Lino Tavares disse...

Maria Luiza
Seus textos são um primor. Desde os velhos tempos da Gazeta de Alegrete, onde sempre escrevi, mesmo depois de me tornar colunista de outros jornais, tenho acompanhado suas colocações sempre oportunas, ricamente ilustradas com elementos conotativos e denotativos de elevado nível.
Permita-me corrigir aqui algo que li no seu Perfil. Você não será uma futura romancista. Já é. Só não vê quem pensa, porventura, que "romancista" é quem já foi a Roma e viu o Papa.
Aos desportistas que leem seu formidável Blog, deixo um convite: Leiam meus comentários no Site do Terceiro Tempo da Band. É só acessar, no Google, Milton Neves, dpois clicar em Colunistas e procurar minha foto com o nome entre eles.
Abraços e fraternos beijos
Lino Tavares