sexta-feira, 19 de julho de 2013

CHUVA E FRIO... TEMPO BOM!



          Tá, entendo que nem todo mundo goste, porque triste seria o amarelo se todos gostassem do vermelho.
          Chuva é ruim para quem precisa sair de casa, mas pode ser uma canção de ninar para quem já trabalhou demais e pode se dar ao luxo de ficar só olhando para ela através da vidraça.
          Frio também. Com um cobertor quentinho enrolado ao corpo, diante de um filme ou de um livro cativante, quer coisa melhor? Ah, lareira então nem se fala! Fogo crepitando, lenha estalando, fumaça subindo pela chaminé e enfeitando o céu de inverno. Coisa boa!
          Pipoca, pinhão, bolinho de chuva, sopa fumegante, feijoada, mocotó, vinho tinto, fondue.Tudo fica mais gostoso quando os termômetros descem dos dez graus!
          E o chimarrão aquecendo as mãos, a boca, a vida!
          Para quem usa lençol térmico, deitar na cama já é uma gostosura. Para quem não usa, é só o tempinho do corpo e das cobertas se entenderem e já fica bom demais.
          As roupas duram mais limpas, a maquilagem não derrete, os insetos somem do mapa e os livros saem das prateleiras e encontram seu lugar nas cabeceiras, nos sofás, no meio dos cobertores.
          Tirar a roupa para entrar no chuveiro exige alguns gemidos, no entanto, lá dentro, com aquela água bem quentinha e aquela fumaceira, o degelo vai se processando e a gente não quer mais sair.
          Ao invés de afastar as pessoas, como no verão, multiplicam-se os abraços, as conchinhas, a invasão da cama pela gente miúda e tudo vira farra e até o frio vai passando.
          Madrugada fria e com chuva para quem pode ficar só ouvindo as gotas batendo no telhado é tudo de bom!
          Tudo passa... para os que estão se sentindo congelados,lembrem que daqui a poucos meses o sol retorna vigoroso, derretendo tudo e todos e, a não ser para aqueles que podem passar o verão inteiro à beira mar, o ar condicionado será seu melhor amigo dia e noite.
          Hoje não invejo quem ainda trabalha. Não seria nada bom enfrentar esse tempo nos congestionamentos por aí.
          Um banho quente, uma roupa apropriada, um chimarrão caprichado e aquele livro do Vargas Llosa que ainda não terminei.
          Que beleza essa chuva e esse friozinho!


2 comentários:

Gilda Souto disse...

Muito sugestiva a delícia deste frio e desta chuva nas tuas letrinhas, colorindo a chuva e aquecendo o frio! Muito bom!

Elisabete Stolarski disse...

Com suas palavras... você quase consegue me convencer que frio chuva são bons... eu disse ''quase'' porque não consigo gostar nem de chuva nem de frio. Sei que precisamos de sol, chuva , frio, calor... mas eu sinceramente gosto mesmo é de sol e calor.