quarta-feira, 8 de maio de 2013

MÃES GUERREIRAS



     Mais um Dia das Mães! E eu começo agradecendo a dádiva suprema de poder estreitar minha mãezinha cheirosa e macia num abraço apertado, do jeitinho que ela gosta.
     Continuo a agradecer pelo dom incomparável de ter sido mãe de três filhos tão especiais, cheios de talentos e amorosos, dedicados à família.
     Não posso deixar de ser reconhecida pela oportunidade de ser “mãe com açúcar” dos netos, por enquanto três anjinhos lindos, doces, que me reciclaram no cuidado com crianças e me devolveram a infância dos filhos.
     Um abraço especial às minhas noras, que são mãezinhas dedicadas, competentes e amorosas.
     Agora, quero lembrar todas as Mães, mesmo as menos reconhecidas.
     Parabéns às mães que priorizam os filhos na vida! Que não permitem que nada ameace sua prole, enquanto seus braços e seus olhos puderem alcançá-la.
     Um abraço especial às mães que colam um sorriso no rosto na cabeceira do filho doente, passando a força e a alegria de que ele necessita, embora esteja destruída por dentro.
     Que Deus sempre acompanhe as mães que receberam seus filhos com alguma necessidade especial e que, vencido o primeiro momento, souberam amá-los e protegê-los com um carinho só delas.
     Parabéns às mães batalhadoras, que madrugam para dar conta de duas ou três jornadas de trabalho, a fim de que possam suprir as necessidades dos filhos e acompanhá-los produtivamente na escola e na vida.
     Um reconfortante abraço às mães que perderam seus filhos para as drogas, para a violência urbana ou para as tragédias que não puderam ser, ou não foram evitadas.
     Parabéns às mães adotivas, que multiplicaram seu amor com os filhos de outras mulheres e salvaram uma criança do abandono e da solidão.
     É o dia da mãe que estuda junto e é parceira em cada desafio estudantil, ou profissional do seu rebento.
     Parabéns às mães que não se deixam envolver pelos modismos, sempre passageiros, e cultuam valores e hábitos perenes em seus filhos, como o respeito, a educação e o amor pelos livros.
     Um beijo de compreensão às mães corujas, que realmente acham que seus filhos são os mais lindos e inteligentes do mundo!
     Feliz da família que tem uma mãe de verdade!
     Feliz da família que sabe reconhecer o valor de uma mãe!
     Feliz da Mãe que é lembrada nos demais dias do ano e tratada com respeito e consideração!
     Parabéns a todas as mulheres que possuem um coração doce e flexível, capaz de abrigar um filho e uma família inteira!
     Que Deus as abençoe!




6 comentários:

Blog do Nível 1 p1 disse...

Parabéns!!! Lindo!

Vinícius Silva disse...

Esse blog é d+...

Maria Luiza Vargas Ramos disse...

Obrigada meus queridos! Voltem sempre!

Francisco Carlos D'Andrea (francari) disse...

Me emocionei, lembrei de minha mãe, viúva aos 40 anos, com sete filhos e de sua luta para nos manter juntos (quando havia quem quizesse adotar um de nós) e satisfazer nossa necessidades essenciais de alimentação, teto, estudo e, sobretudo, de segurança.
Meus parabéns a você e a todas as mães de sua família. Um grande abraço!

Francisco Carlos D'Andrea (francari) disse...

Complementando meu comentário sobre teu belo texto Mães Guerreiras: minha mãe fez o que fez com tal naturalidade que não consigo vê-la como guerreira, mas apenas como uma mãe igual ao que todas as mães são ( ou deveriam ser). Abraço.

Maria Luiza Vargas Ramos disse...

Lindo comentário Francari!
Aumenta muito o valor do meu texto.
Abração.