quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

ANÁLISE LITERÁRIA

           Ando ocupada com a compilação de crônicas para o meu segundo livro. E as reflexões são inevitáveis. Por exemplo, meus textos,no ínício do blog, eram bem mais longos. Até que percebi que as pessoas não tinham tempo ou paciência para ler histórias que poderiam ser contadas em poucas palavras. E sintetizei.
        Os temas se repetem, ainda que com novos títulos e outra abordagem. Bem, o cronista está sempre antenado com o momento e esta repetição é a que se dá no mundo. Pai, mãe, filhos e netos são onipresentes, porque completam minha estrutura e justificam minhas idéias.
        Nas viagens, o laptop se dá ao luxo de registrar paisagens, leveza, ainda que o olhar crítico continue observando comportamentos e até manifestando opiniões sobre eles.
        Datas comemorativas são tratadas com peculiaridade a cada ano, dependendo do estado de espírito e dos acontecimentos sociais e familiares.
        Com a raiz de educadora que felizmente possuo, as crianças e os jovens são sempre alvos da minha atenção. Da mesma forma, nunca deixei de gritar em favor dos professores e de sua árdua missão num mundo cada vez mais conturbado e sem reconhecimento algum.
        A saudade da terra, do Rio Grande do Sul em geral e de Alegrete em particular, sobressai em muitos textos, até mesmo naqueles que não se pretendem saudosistas.
        O feminismo, do feitio daquele que enaltece a mulher sem fazê-la competir com o homem, encontra-se devidamente registrado.
        Emoções, saudades, indignação, protestos, deslumbramento, tudo foi bordado em alto relevo nessas tantas linhas e meu trabalho maior está sendo o de escolher o quê descartar.
        Não sou de muita conversa, todavia, percebe-se que meus silêncios são hiperpovoados de palavras ... escritas!
         

Um comentário:

Ivana Maria disse...

Ah, minha querida, desejo-lhe toda a sorte do mundo nesse novo livro. É meu sonho um dia também publicar um. Por enquanto vou aprendendo a escrever melhor, por aqui. A propósito, você mencionou a respeito dos seus interesses de educadora e eu gostaria de convidá-la a ler um post no meu Blog mulhermaeprofessora.blogspot.com intitulada UM GRUPO CHAMADO ESCOLA. Gostaria que comentasse. Um abraço.