quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

AOS MEUS AMIGOS, NO NATAL E PARA 2015!




                       Se eu pudesse escrever uma cartinha ao Papai Noel, certamente teria muitos pedidos a fazer, para mim e para meus amigos queridos.
                       Na esperança que os anjos me ouçam e levem meu recado ao verdadeiro Noel, que é Jesus Cristo, vou tentar enumerar algumas premências.
                       Tomara que meus amigos não briguem mais por questões políticas, uma vez que lá em cima, no poder, com seus altos salários e uma lista imensa de mordomias e cabides de empregos, todos os mandatários acabam se entendendo, se conchavando e os pobres anônimos que se engalfinharam só perderam os amigos e não ganharam nada em troca.
                       Peço que esses mesmos amigos também não discutam mais por alimentos, pela maneira como tratam seus animais de estimação, por seus gostos pessoais, uma vez que, como o nome já diz, são opções pessoais e devem ser respeitadas.
                      Seria muito bom se todos adquirissem doses extras de paciência, refreando um pouco essa correria insana de final de ano, sempre à procura de um lazer, de uma alegria, de uma intensidade nem sempre encontrada e tampouco sentida.
                      Não adianta se rebelar, o Natal virou mesmo uma confraternização de comidas e presentes, onde o Amor é demonstrado também na compra das lembrancinhas e na preparação dos pratos. Mas que o abraço, pelo menos, seja apertado, seja sentido, seja verdadeiramente reconfortante e valha por todas as mazelas sofridas na preparação desse momento.
                      A virada do ano acontece todos os anos e não precisa ser vivida e festejada como se fosse a última champanhe e os últimos fogos da terra. Melhor torcer para estarmos vivos e com saúde no ano seguinte e aproveitar os abraços para demonstrar o grande carinho que sentimos por aqueles que nos cercam.
                    Tomara que vocês viajem bastante, porque viajar é muito bom, alarga o horizonte e dá um maior sentido à vida. Viajar nos livros também é pleno, divertido e agradável e o hábito da leitura se forma em qualquer idade, é só começar devagarzinho e ir pegando gosto, Depois, é só alegria e adeus solidão!
                    Espero que, quem tiver condições, doe sangue pra quem precisa, para quem espera por uma medula compatível, ou por órgãos sadios de quem já não precisa deles. Doar é o gesto de Amor por excelência!
                    Torço para que vocês tenham muitas surpresas boas, alegrias inesperadas, sonhos realizados e que vivam, se possível, paixões como num filme do Almodóvar, ao som de um tango de Gardel e com a pimenta saborosa do acarajé baiano.
                     Seria muito bom se os presídios se esvaziassem, se os presos se regenerassem e voltassem à sociedade com outra forma de encarar a vida, querendo construir, batalhar, lutar por seu espaço. A liberdade é um bem precioso demais para ser desperdiçado por cobiças vãs.
                     Exercitem o perdão, aliviem o peso das suas costas carregando um saco tão pesado de mágoas, ressentimentos, ódios, ciúmes. Ser feliz é muito mais leve e perdoar faz bem à alma.
                     Cuidem dos seus idosos! Eles precisam dos seus cuidados e carinhos mais até do que as crianças, porque já não têm um futuro à frente e nem forças para se cuidarem sozinhos.
                     Olhos bem abertos com suas crianças! Colocar filhos no mundo é uma responsabilidade imensa, constante e permanente. Se as famílias adoecem, a sociedade apodrece e tudo vira um caos. Educar com amor, com exemplos, com muita atenção e conversa é tudo o que os pequeninos mais precisam.
                    Muito cuidado com os celulares, com os aparelhos eletrônicos, com as redes sociais! Eles vieram auxiliar o homem e não substituir as pessoas no convívio diário. É inadmissível que se deixe uma criança falando sozinha, de olhar perdido, ou presa o tempo todo à televisão, enquanto os pais teclam alucinadamente seus aparelhinhos. Isso não pode acontecer! Está errado! E o ônus certamente virá! Gastando a visão nessas telas minúsculas e mal iluminadas e deixando de curtir os momentos mais saborosos com a família e os amigos, que nem sempre se repetem, deixarão uma lacuna de consequências nefastas para todos.
                     Espero que ninguém perca o emprego, que sejam aprovados nos concursos, que não se decepcionem com os amigos e com os amores e, sobretudo, que acreditem que tudo sempre pode melhorar!
                     Penso que Papai Noel e Jesus Cristo – no dia do seu aniversário - poderão reavivar nossas esperanças, valorizando o que realmente tem valor e descartando tudo aquilo que nos faz mal e nos faz sofrer.
                    Um abraço muito apertado em cada um de vocês, pois só de ver seu nome aqui embaixo já sinto que os abracei de verdade.
                    Feliz Natal!
                    Feliz Ano Novo meus amigos!







Nenhum comentário: