terça-feira, 19 de julho de 2011

PRECISA ENDEUSAR?!

            É muito bom viver numa sociedade onde os preconceitos vão sendo eliminados!
          Não faz muito tempo que os empregados das casas e fazendas eram tratados quase como objetos, às vezes bem próximo do tratamento dispensado aos animais. Às crianças da casa era proibido dar muita conversa aos empregados na cozinha, porque eles, depois, perderiam "o respeito" pelos patrões. Ranços da vergonhosa escravidão.
          Tive um amigo admirável na adolescência, oficial do Exército, culto, educado, bonito, a quem nunca foi permitido frequentar os bailes do Clube Casino, porque era negro. Já naquela época isso nos revoltava muito.
          Depois vieram os gays, escondidos, envergonhados, ridicularizados, ofendidos, agredidos. Tudo muito feio e triste, até que a mídia resolveu encampar sua causa e conseguiu uma melhor aceitação da sociedade. Como diz minha mãe "cada um com seu cada um" e a opinião sexual das pessoas deve interessar apenas a elas.
         Não é, nem deve ser um assunto de domínio público, assim como tipo sanguíneo ou cor dos olhos. Não deve ser tratado nas escolas, porque as perguntas devem ser respondidas à medida em que surgem as dúvidas e as crianças não tem porque se preocupar com quem dorme com quem.
         Pertenço à área de Letras, sou amante das artes em geral e da música em particular e tenho vários colegas, amigos e conhecidos gays. Eles certamente entenderão meu ponto de vista.
        Acho que a novela da 21h da Globo - "Insensato Coração" - está passando uma visão maniqueísta e preconceituosa, enaltecendo os gays e destruindo os heterossexuais, assumindo uma homofobia às avessas e confundindo muitas personalidades ainda em formação.
         Todos os gays da novela são lindos, inteligentes, ricos, de bom caráter, fiéis,  honestos, leais, saudáveis, malham muito, alimentam-se corretamente, respeitam a família, enfim, pessoas perfeitas!
          Já os heterossexuais são bandidos, ladrões, adúlteros, ignorantes, fora de forma, beberrões, fracassados, mal vestidos, mau caráter ou bobalhões.
          Então, será certo também fazer este tipo de caracterização?!
          Quer dizer que não basta aceitar, respeitar, tratar bem os gays, é preciso endeusá-los?!
           Por quê?

4 comentários:

Demarchi disse...

Simplesmente Maria
Você percebeu uma coisa interessante. Não assisto novelas, mas creio que é um verdadeiro mecanismo de mudança de mentalidade da opinião pública. Feito de propósito e com método para causar o efeito que você disse: endeuzar os homossexuais e penalizar aos heterosexuais.

Jeanne Geyer disse...

também achei excessiva a abordagem glamurosa que a novela vem fazendo com os gays. É certo que a violência vem aumentando e penso até que a novela pode estar acirrando os ân imos com esta abordagem. Deveria apenas colocar que homofobia é crime e ponto. A sociedade já vive dividida em tribos.tem muito deficiente mental e doentes da mente, crianças, mulheres pobres e carentes sofrendo abusos e violências de toda a ordem, inclusive sendo assassinados todos os dias.
enquanto os diferentes (todos sem excessão) forem tratados como diferentes e não houver uma inclusão total da sociedade, estas violências continuarão, infelizmente. Sou radicalmente contra qualquer violência e acho todas as tribos merecedoras de uma vida digna, infelizmente a mídia muitas vezes mais atrapalha do que ajuda. Novos tempos, novas confusões. que diremos às crianças daqui a alguns anos quando surgir no colégio um coleguinha com dois pais? devemos estar preparados, pois que se os pais não devem sofrer preconceitos, as crianças menos ainda...
Beijos

Paulo Sergio Cardos disse...

Estou de pleno acordo com sua interpretação, mesmo tendo assistido parcos capítulos da novela. Concordo que temos que respeitar o direito de escolha da opção sexual, como respeitamos a escolha do ideal político e da religião. Logo, um meio de comunicação deve sim mostrar o que existe na sociedade e não apenas enaltecer só as coisas boas desta ideologia. deve mostrar como ela é no todo. Pelo pouco que eu vi a novela passou a incentivar a heterofobia, já que mostra apenas o lado mau caráter de quem adotou esta opção. Todos sabemos que o ser humana traz em si as duas facetas, a do bem e a do mal em maior ou menor grau dependendo da formação educacional que tiveram, independente da posição sexual que escolha.

francari disse...

O texto que circula na internet,atribuído a Arnaldo Jabor, termina dizendo: "vou embora deste país, antes que a homossexualidade se torne obrigatória!"
Do jeito que vai, chegaremos lá.