terça-feira, 12 de novembro de 2013

CAMA COM ESPINHOS




A natureza é sábia, Deus é perfeito, tudo está posto como deveria.
Entretanto... até para o Criador alguma coisinha escapou em relação às suas criaturas.
Senão vejamos: somos os maiores dorminhocos na adolescência; vivemos com sono na juventude, quando temos tanto trabalho da faculdade para fazer; caímos pelas tabelas na idade adulta, com filhos pequenos para cuidar e acordar no meio da noite e bem mais tarde, quando já nos aposentamos e os filhos cuidam de si mesmos, perdemos o sono!
Primeiros friozinhos do inverno, cama quentinha, rua silenciosa, primeiro compromisso às 10h... o que esta mulher faz de pé às 7h meu Deus?!
Pois é, chega um momento em que o "vira pra cá e vira pra lá" afrouxa a cama e cansa a gente. O sono foi embora (ele gosta mesmo é de TV ligada), os pensamentos se acotovelam na cabeça, a saudade vai aumentando, então o melhor a fazer é pular fora, abrir a casa, fazer o café e fingir que dormiu maravilhosamente bem e está pronta para começar o dia.
A Pitty às vezes fica incomodada e dá uns grunhidos de desagrado, como dizendo: -  Por que esta janela está aberta esfriando a minha cama? Por que ela não vai dormir e me deixa quieta mais um pouco? Afinal, ela ainda é adolescente.
Quando meu filho caçula - que mora longe - vai embora então... é um tal de rola pra cá, rola pra lá que não tem fim.
É, ninguém é perfeito! E nessa Ele se enganou.
Um bom dia a quem já está acordado!
A quem morreu de preguiça de levantar da cama!
A quem passou a noite se revirando, tentando fugir dos próprios pensamentos!
A quem ficou assistindo tudo quanto é porcaria na TV e agora morre de arrependimento!
A quem assaltou a geladeira, o armário e pôs toda a dieta a perder!
A quem resolveu beber durante a semana, "só pra esquentar" e agora está com ressaca e atrasado!
A quem rezou, dormiu cedo e fez tudo certinho!
A quem fez o que há de melhor para fazer na cama e amanheceu com os olhos brilhando, cantarolando, de bem com a vida!
Bom dia a você, que está me lendo! Volte sempre!


Um comentário:

Gilda Souto disse...

Ah! Maria Luiza é bem assim...
Costumo dizer que durmo aos pedacinhos...que terminam sempre meio tarde! Porque são pedacinhos...mas não é mesmo?Bjs