quinta-feira, 8 de março de 2012

NEM TODAS MERECEM



8 DE Março – Dia Internacional da Mulher!

Precisar não precisava, mas já que existe...
Ou será que, quando foi criado, não era muito necessário? Afinal, se até agora as mulheres têm menos direitos que os homens em tantas coisas, imaginem como não era naquele tempo!
Não foi fácil a conquista para as trabalhadoras, as injustiçadas, as exploradas, as agredidas. Uma dupla ou tripla jornada de trabalho foi o ônus da grande maioria, que precisou se desdobrar para ganhar seu dinheiro sem deixar de atender a casa e a família.
Outras, no entanto, consideraram a emancipação feminina apenas como uma oportunidade de abandonar a cozinha e dormir com quem bem entendessem.
O mundo seria inóspito sem as mulheres!
Sem as mãos suaves de uma mulher na cabeça do doente; sem o colo macio de uma mulher a embalar os pequenos; sem a sensibilidade feminina para entender os problemas; sem a perseverança da mulher na conquista dos objetivos; sem o sexto sentido feminino para proteger a família de quem parece o bem, mas é o mal. Enfim, a mulher faz falta na família, na sociedade, no mundo.
Nem todas as mulheres, entretanto.
Mulher, quando é ruim, é péssima!
Mulher, quando não sabe cozinhar, é um desastre em qualquer fogão. E não quer aprender.
Mulher, quando é mentirosa, haja Deus! Acredita em suas próprias mentiras.
Mulher, quando é fofoqueira, Deus nos acuda! Não sobra pedra sobre pedra no bairro inteiro e nem na família.
Mulher, quando é relaxada... basta olhar os banheiros públicos femininos.
Mulher, quando é safada, falta chapéu pra tanto corno.
Mulher, quando é preguiçosa, afunda o colchão e o sofá.
Ainda bem que não são a maioria, pois essas não merecem nenhuma homenagem nesse dia, nem  em dia algum.
Quero formar uma grande roda de abraço com todas as mulheres de verdade, honestas, sinceras, batalhadoras, engraçadas, sensíveis, amorosas, filhentas, familientas, corajosas, decididas, com orgulho de serem mulheres e sem mágoa ou rivalidade com os homens, em busca de amor e parceria apenas.
Para vocês, para nós, é que ainda existe um dia dedicado à Mulher.

Parabéns!


Um comentário:

Ivana Maria disse...

Ah, amiga, espero compor a sua roda de abraços. Me esforço para me conservar uma pessoa sempre dedicada a fazer o bem. Se não somos muitas, as mulheres que dão orgulho ao nosso gênero, devemos ser fortes para nos sobressair ás coisas ruins. Um abraço bem forte, minha querida, motivo de muito orgulho para nós mulheres. Ah, fiz uma homenagem tb em meu Blog, uma historia engraçada que me aconteceu. Será uma honra vê-la por lá.